(11) 3205-2041

Você já se deparou com uma situação na qual enfrentou dificuldades para montar uma equipe eficiente pois havia uma grande saída de funcionários — mesmo daqueles que haviam entrado há pouco tempo? Neste post você vai saber mais sobre maneiras para reduzir o turnover de sua empresa.

Esse problema pode gerar diversos custos para a empresa, em razão da necessidade de arcar com rescisões de contrato e de treinar novos integrantes. A perda pode ser maior caso o empregado seja bem qualificado, mas, por algum motivo, tenha decidido sair da organização.

Para resolver esses problemas e reduzir o turnover da empresa, o empresário precisa estar atento aos fatores humanos dentro da companhia e entender o motivo da grande frequência na desistência por parte dos colaboradores.

Uma solução interessante para isso é utilizar o RPA (Robotic Process Automation). A utilização da ferramenta torna possível automatizar tarefas antes realizadas de forma manual, o que torna o processo mais inteligente e garante uma visão melhor para entender quais os agentes causadores do problema em questão.

Quer entender como os processos de automação podem ajudar a sua empresa a diminuir a rotatividade de empregados? Continue acompanhando o artigo!

O que é o turnover?

Mas afinal, o que é o turnover? É um indicador de RH que serve de alerta para mostrar quando há uma grande quantidade de trocas de funcionários no mesmo setor em um curto espaço de tempo.

Os motivos podem variar, e a decisão do funcionário pode estar relacionada a não concordância com o salário recebido, às más condições de trabalho ou à insatisfação profissional, englobando, até mesmo, a convivência num clima organizacional ruim.

O problema pode ocorrer também pela falta de comprometimento, pela ausência de encaixe no perfil da empresa ou pela inexperiência.

Seja um problema por conta do próprio funcionário, que não está de acordo com a vaga ou a ocupação, seja por a vaga não conseguir manter o colaborador em atuação, há um claro sinal de que o responsável deve estar alerta.

Quanto essa rotatividade custa para minha empresa?

A alta rotatividade dentro da empresa pode ocasionar grandes custos, já que é necessário lidar com questões burocráticas, como rescisões para se ajustar aos direitos trabalhistas ou mesmo na hora de realizar novos processos seletivos.

Depois de encontrar o profissional, a empresa precisa ainda arcar com os custos de treinamentos para os novos contratados.

O valor total pode ser muito alto, sendo necessário realizar mudanças nas estratégias.

O que preciso saber para reduzir o turnover?

Tendo uma boa ideia do que seja o turnover e o impacto negativo que ele pode causar, o empresário precisa ficar atento a alguns tópicos. Confira a seguir.

Entenda os motivos que levam à rotatividade

Antes de lidar com o problema, é necessário entender quais os motivos que levam os colaboradores a saírem da empresa. Com uma análise dentro dos setores, é possível verificar quais áreas são mais prejudicadas pelo fenômeno.

Feito isso, o gestor deve entender melhor a situação. Por meio de pesquisas de clima, o empresário mede o nível de motivação dos funcionários, suas expectativas dentro da companhia e quais problemas enfrentam no trabalho que os desmotivam.

Identifique as tarefas operacionais

Outro fator influenciador na rotatividade da empresa é a questão da demanda de tarefas operacionais. Elas podem gerar estresse, desorganização, desconfiança e má qualidade de vida para o funcionário.

Por esses motivos, os colaboradores acabam deixando o cargo, pois acreditam que não acalçarão um crescimento profissional e não se sentem valorizados dentro da empresa.

Ao utilizar a automação de software RPA, o empreendedor pode alocar os funcionários dessas atividades em funções que demandam uma tomada mais estratégica. Assim, além de aumentar o desempenho na tarefa operacional, conseguirá manter o colaborador dentro da companhia.

Tenha uma boa estratégia

Tendo os dados da pesquisa em mãos, o gestor tem acesso a novas estratégias para construir uma equipe mais eficiente.

Ao investir em treinamentos e capacitações certos, ela terá condições de realizar as tarefas necessárias.

Os treinamentos devem desenvolver, na equipe, uma visão sistêmica do negócio, ao ensiná-la a fazer questionamentos construtivos, como: “Como posso melhorar esse processo?” ou “Por quais motivos devo fazer isso?”. De forma consistente, a equipe passará a tomar melhores decisões nas próximas atividades.

Para além disso, ela passará a planejar com mais eficiência. Caso, ainda assim, ocorra algum problema, saberá lidar e aprender com os erros.

Com o bom investimento em um sistema, é possível ter uma visão mais precisa de quanto tempo é gasto para realizar o recrutamento e a seleção de novos operários. Além de poder medir o tempo de treinamento e desenvolvimento dos funcionários para que o time de RH possa otimizar as estratégias para futuras equipes.

Outro ponto importante é dar uma visão a longo prazo para os colaboradores. Com uma visão estratégica, os profissionais podem monitorar o desenvolvimento do projeto e criar novas medidas para novos projetos futuramente.

O uso de ferramentas, como máquinas que empregam a plataforma RPA, dá ao gestor novas estratégias para usar em seu sistema. Além da melhora de performance nos processos, elas proporcionam maior segurança nos dados, reduzindo os riscos de fraudes e melhorando também o atendimento direto ao cliente.

Melhore a produtividade da equipe

Como dito anteriormente, por meio de treinamentos, a equipe estará apta a realizar serviços de forma eficiente.

Dependendo da atividade a ser executada, os agentes recém treinados poderão deixar de executar tarefas repetitivas e permitir que as máquinas ocupem os seus lugares, ficando livres para cuidar de processos mais complexos, que exijam decisões estratégicas.

Com essas mudanças, o desenvolvimento tende não apenas a melhorar a produtividade de produção, mas também trazer desafios saudáveis para a equipe.

A máquina em questão é um software robô e pode lidar com as rotinas de trabalho que apresentam alta demanda, com grande eficiência e zero índice de erro.  

Lidar com a constante troca de colaboradores não é fácil. O procedimento exige bastante cuidado e deve ser evitado pois gera um grande custo para a empresa. Apesar de todos os problemas citados, o empreendedor pode usar a falha como um grande aprendizado e aproveitar o momento para reformular a companhia.

Desse modo, com melhores decisões, e utilizando um software de automação de processos apropriado, a empresa pode se tornar mais relevante diante da concorrência no mercado.

Com essas dicas, você pode tomar melhores decisões para reduzir o turnover da sua empresa.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe-o nas redes sociais e espalhe essas informações entre seus grupos de amigos!

Pin It on Pinterest