(11) 3205-2041

Em outro artigo, falamos a respeito das diferenças entre o API gateway e API Manager, que são soluções para integrar as comunicações entre os sistemas de uma empresa, e as principais aplicações que cada uma delas tem a oferecer.

Para dar continuidade ao debate, este artigo irá estabelecer um campo prático de como usar a API na automação de processos com RPA – Robotic Process Automation.

Assim, ficará mais fácil entender, no contexto do seu dia a dia corporativo, como essa solução pode colocar a sua empresa em destaque, proporcionando processos mais ágeis, seguros e integrados entre as soluções que movimentam os dados do seu negócio. Acompanhe!

A automação de processos com o auxílio da API

É fato que as empresas estão em busca de mais adaptação às tendências tecnológicas para gerar vantagem competitiva e promover mais qualidade nos serviços prestados.

Prova disso é a recente pesquisa da Gartner Group, ocorrerá um aumento de 2,9% nos investimentos em TI, em 2017, se comparado ao mesmo período do ano anterior.

E essa notícia impacta — direta ou indiretamente — em custos direcionados a 2 áreas distintas, com 7,2% a mais de gastos com softwares e outros 4,8% investidos em serviços de TI.

Nesse promissor cenário, a API se estabelece como uma das alternativas mais versáteis para colocar o seu negócio em evidência na predileção do seu público-alvo, porque oferece baixo acoplamento, rápida aderência e forte controle operacional, como monitoramento, permissões, analíticos etc

Isso porque essa solução, quando integrada às propostas pela RPA, ajuda a dar nova perspectiva aos dados armazenados em seus sistemas. Algo que pode se converter em oportunidades para minimizar o esforço repetitivo humano por meio da automação.

Afinal de contas, quando os sistemas estão integrados e “falam o mesmo idioma”, existe uma fluidez na compreensão de dados que permite a elaboração de um projeto em constante aprendizado.

Ou seja: os seus colaboradores vão intervir cada vez menos nos processos, pois a API e a RPA já dialogam entre si para promover a execução dessas tarefas mecânicas por meio de programações pré-estabelecidas, oferecendo para toda empresa uma automação como serviço, ou seja, um processo digitalizado através uma complexa funcionalidade.

Quer ver alguns exemplos de automação de processos que podem ser realizados:

  • Leitura de faturas de serviços para pagamento, exemplos: faturas de telefone, energia etc para inclusão em sistemas de pagamento como SAP, ERP, Contas a Pagar entre outros;
  • Simuladores para cotação de serviços, onde robôs navegam em 2 ou mais sistemas para capturar ofertas;
  • Propostas de análise e aprovação de pedidos de reembolso na área médica podem ter o tempo drasticamente reduzindo, além do custo operacional que demanda o processo, quando realizado por robôs, que interpretam formulários e dão entradas em sistemas administrativos com alta performance e zero erro;
  • Negociação de acordos de cobranças de dívidas em grande volume, respeitando políticas de negociação e garantido a aderência as regras do banco credor.

Com isso, é nítido o aumento de produtividade de sua equipe — que vai lidar menos com esses processos que pouco agregam valor à organização — e a redução de erros humanos, já que as tarefas são trabalhados automaticamente nessa integração de sistemas.

Como a RPA pode complementar o serviço da API

Em uma época na qual o machine learning é uma solução cada vez mais presente no cotidiano de empresas, a RPA é a protagonista para o enriquecimento e assertividade de sua implementação.

Isso por que esse tipo de tecnologia facilita a transição da automação de processos que, até então, vinham sendo feitos de forma mecânica e repetitiva pela sua equipe. E o faz sem os altos custos relativos à mudança de sistemas e processos.

Trata-se de uma mudança comparativamente de baixo custo e muito mais ágil para ser colocada em prática. Dessa maneira, se a API é o “tradutor” que possibilita o diálogo entre sistemas, a RPA é quem organiza esse encontro diplomático entre plataformas tecnológicas.

Como consequência, a operação da sua empresa vai se tornar menos custosa, haverá entregas de transformações, novos serviços e produtos com muito mais velocidade e cada vez mais alinhamento com as grandes tendências tecnológicas.

Quer saber mais a respeito da API e como ela pode ser integrada à automação de processos com a RPA? Então, conheça o nosso simulador para avaliar, por si só, essa grande revolução!

 

Quer saber mais a respeito da API e como ela pode ser integrada à automação de processos com a RPA? Então, conheça o nosso simulador para avaliar, por si só, essa grande revolução!

Pin It on Pinterest